Pesquisar este blog

domingo, 25 de agosto de 2013

A importância dos Rins

O papel dos rins (Shen)  na Medicina Tradicional Chinesa

 

 Os rins são dois órgãos (um par), com forma similar a 2 feijões, localizados na parte de trás do abdômen, que são a força motriz do sistema urinário, um dos 5 sistemas excretores do ser humano: pulmões, fígado, pele, intestinos e rins.
Funcionando como filtros altamente seletivos são responsáveis por limpar o sangue das impurezas do corpo. Caso não funcionem corretamente, as impurezas se acumulam e a pessoa ficará intoxicada pela uréia e demais substâncias tóxicas que seu próprio metabolismo produziu (endógenas) ou que a pessoa internalizou (exógenas) como remédio, drogas ou agrotóxicos.
Mas, além da sua função vital de eliminar substâncias tóxicas, os rins também desempenham muitas outras funções. E, devido ao fato de passar pelo sistema renal todos os líquidos corporais, seu bom ou mau desempenho pode afetar, sem exceção, todos os demais órgãos e sistemas do organismo. Confira abaixo as principais funções do sistema renal:

Filtrar todos os líquidos corporais com a produção da urina para exercer sua função principal que é de desintoxicação e excreção;
Eliminar substâncias tóxicas endógenas oriundas do metabolismo, como por exemplo, a uréia e a creatinina;
Eliminar substâncias exógenas como medicações, antibióticos, aditivos químicos e drogas;

Manter o equilíbrio de eletrólitos no corpo humano, tais como sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, bicarbonato, hidrogênio, cloro e outros;

A função dos rins como regulador do metabolismo da água na prática da Medicina Tradicional Chinesa se relaciona intimamente com sua função na medicina ocidental, mas sua influência tem um alcance muito maior. Os rins são o local de armazenamento da essência vital (jing), uma substância sutil responsável pelo crescimento, desenvolvimento, reprodução e fertilidade.
Os rins também são considerados a fonte de yin e yang para todos os outros órgãos, assim, uma disfunção crônica em suas funções pode potencialmente afetar qualquer outra parte do corpo.

Os rins são a fonte do qi pré-natal, que é herdado dos pais e interpretado como a constituição inata de uma pessoa. Em última análise, a saúde e força dos rins é o fator determinante mais importante na vitalidade duradoura de uma pessoa e em sua longevidade. Os sintomas de desequilíbrio nos rins incluem dores lombares, infertilidade, impo tência ou desejo sexual excessivo, problemas urinários, zumbido ou surdez, edema ou asma.

As funções tradicionais dos rins
Os rins armazenam a essência (jing). Jing, ou essência, é uma substância sutil que sustenta todos os processos da vida orgânica. Ao mesmo tempo em que os rins incluem os fluídos reprodutivos, seu alcance vai muito além dessa área. Existem dois tipos principais de essência: pré-natal e pós-natal.

A essência pré-natal é derivada do material genético dos pais, assim como de sua vitalidade, seu estilo de vida, hábitos e nutrição. Ela é essencialmente a constituição herdada por uma pessoa no nascimento.
A essência pós-natal, por outro lado, está ao alcance do controle da pessoa porque ela deriva da alimentação e do ar. Uma pessoa com uma essência pré-natal fraca pode levar uma vida ativa e saudável através da manutenção de uma forte essência pós-natal. É preciso se ter consciência da importância deste órgão e cultivar hábitos que o revitalize, beber 2 litros de água por dia é um deles, ingerir frutas tais como, melancia, melão, mamão, sucos, comer verduras, beber chá também é outra fonte de revitalização, vamos cuidar bem deste órgão tão vital!