sábado, 8 de abril de 2017

Mensagem de 'Mãe Maria"


Amados Filhos,
Que as bênçãos do Amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.
Filhos meus, é tempo de unificação e de perdão. Tempo de reconhecer as fraquezas passadas, tempo de sorrir para aquilo que chamais de deslizes comportamentais. Tempo de abrandar os corações. Tempo de vos olhar com ternura, em todas as fases de vossas vidas.

É hora de começar a curar os vossos corações das feridas dos acontecimentos, particularmente, as do passado, que ainda atormentam vossas almas. Situações onde entrastes em discussões e acabastes por guardar mágoas daqueles envolvidos. Olhai, amados, para os níveis de consciência dos momentos onde foram armazenadas em vós essas energias de dor, mágoas e revolta. Perdoai os envolvidos e a vós mesmos. É tempo de compreender que tudo é vos dado para o vosso crescimento. É tempo de passar a prestar mais atenção na criança que brinca na rua, na praça, na sala de casa... É tempo de prestar atenção na doçura e simplicidade delas e de observardes mais isso e incorporar a vós próprios, esses sentimentos.

Compreendei, pois, e incorporai esse sentimento de pureza e tranquilidade que as crianças manifestam. Elas, umas com as outras, se entendem. Ainda que algumas vezes se hostilizem, elas se entendem ali mesmo e, no minuto seguinte, estão novamente unidas, sem nenhum mal-estar guardado. Amados, é tempo de fazer isso em vossas vidas. Chegou a hora de aplicar isso ao vosso passado e de não mais vos torturar com situações passadas que já cumpriram o seu propósito, na maioria das vezes, o de dar a vós esse nível de consciência que tendes hoje. Tudo é experiência e aprendizado, amados. Tudo é expansão. Tudo tem o seu propósito.

Mas, se guardardes em vós as velhas mágoas, quando já sabeis da vossa responsabilidade diante do mundo e diante das pessoas que precisam ter-vos como espelhos, é o mesmo que um salva-vidas se afogando em meio ao mar revolto. Ainda que o mar revolto das vicissitudes tente vos arrastar para baixo, deveis confiar nas vossas habilidades para não vos afogar e, ainda assim, ajudar outros a não se afogarem. Mas, se mesmo sabendo das vossas habilidades, ainda assim achais, por bem, continuar a dar aprovação aos pensamentos do ego que tentam fermentar em vós discórdia e irritabilidade, certamente que vos afogareis dentro das próprias tormentas que criastes. Oh, amados! Cultivai a serenidade para que, até mesmo o mar, silencie em vossas presenças.

Não perpetueis mais os sentimentos tristes das velhas histórias, mas olhai para eles com um sorriso no rosto e agradecendo a oportunidade que tivestes. Olhai, pois, para "lá" e em seguida, para "cá"; observais a diferença? Não sois mais os mesmos, amados, nem mesmo aqueles que, por ventura, tenham sido vossos instrumentos de aprendizado.

Contar-vos-ei uma passagem da minha vida quando estive na Terra. Havia uma mulher que sempre atormentava a mim e a Jeshua. Sempre que o menino brincava em meio aos outros, ela vinha com gritos e fúria, tirando os seus filhos de perto do meu querido Jeshua. E vinha a mim em brados violentos reclamando, de tal maneira: "como deixas o teu feiticeiro junto dos meus pobres meninos? Seu filho é um demônio e movimentador!" Oh, meus queridos! Aquilo me partia o coração! Parecia-me uma faca perfurando meu peito. Eu ouvia vozes incitando-me a agredi-la. "Vai! Defenda seu filho! Você é a mãe dele! Defenda-o!". Mas eu resistia à tentação e buscava a tranquilidade do meu coração, a tranquilidade do Gabriel (Arcanjo), a tranquilidade do Rafael (Arcanjo). Buscava a tranquilidade, no mais íntimo do meu ser.
Por muito tempo, ouvi esses gritos e insultos dirigidos a mim e a Jeshua e o tirei das outras mães revoltadas por ele estar em meio a seus filhos. Elas, atormentadas por seres de vibrações violentas, sequer conseguiam compreender a necessidade de o meu filho expressar a sua natureza divina em meio às outras crianças. Eu ouvi, por muitas vezes e defendi Jeshua de muitas mães e pais que não entendiam meu filho.

Mas, meus queridos, a imagem da primeira vez que vi meu filho sofrendo a agressão daquela primeira mulher não saía da minha mente. Constantemente, lembrava-me daquele momento e não entendia o motivo, mas sempre permanecia com as imagens no pensamento e, junto, às vezes, vinha o sentimento e a pergunta: "por quê?" Oh, meus queridos! O tempo se passou e encontrava-me eu, em meio à multidão revolta, aos gritos: "Crucificai-o! Crucificai-o! Crucificai-o!" No momento de maior agonia em mim, em meu filho e em todos aqueles que o amavam, vi-me de joelhos, pois me faltavam forças nas pernas, ao ver tanto sofrimento e trevas, naquele momento. Agarrei-me com minhas duas mãos na terra e apertava com toda força que tinha para que, naquele gesto, eu conseguisse liberar a dor que drenava minha energia vital. Ali no meio daquela multidão energizada pelas mais pesadas vibrações, foi quando senti uma mão amorosa que tocou meu ombro e disse: "Venha. Erga-se. Eu a ajudo..."

Oh, meus queridos... Era ela... Era aquela primeira mãe que eu havia visto tentando agredir meu filho. Eu a vi, a abracei, chorei em seus ombros e ela me acalentou, enquanto meu filho desprendia-se da carne... Ela apenas sorriu e disse: "Você mudou a minha vida. Você me fez uma mãe amorosa, cuidadosa, gentil e doce. Você mostrou-me o caminho do Amor. O tanto que eu a agredi, a violentei verbalmente... você se manteve amorosa, serena e pacífica... o seu amor me tocou, Maria. E agora, estou aqui para o que você precisar. Eu estarei com você até o fim da sua vida". Apenas chorei em seus ombros, enquanto aguardava a partida do meu filho do mundo físico.

Depois de muito tempo, quando já havia passado todas aquelas movimentações, perguntei ao Gabriel (Arcanjo) o porquê da redenção dela, de tal maneira, e ele me disse: "Maria... minha querida, Maria! Mãe dos Homens/Mulheres sobre a face da Terra e fora dela! A tua serenidade, Maria, levou-a às alturas. Ela conseguiu a redenção mediante tua serenidade. Se tu tivesses guardado algum rancor profundo, ele serviria de combustível, para ela continuar nas suas revoltas. Mas tu não alimentaste isso nela. Antes, deste a ela, a Paz e o teu amor transformador. Antes, deste a ela a chance de ser uma nova mulher. Tu, Maria, serás um exemplo para todas as mulheres na face da Terra. Tu, Maria, serás o exemplo para todos os homens na face da Terra. Nas palavras dos homens e mulheres na face da Terra, sempre tu serás mencionada. Quando eles estiverem em agonia, ou não, ouvirás ‘Ave Maria’ e serás lembrada a todo o momento!"

Amados, filhos, olhai, pois para a grandeza da vossa serenidade. Permiti, pois, serdes as inspirações de todas as almas às vossas voltas. Permiti, pois, que os vossos nomes sejam lembrados por todas as eras, amados. Deixai os ressentimentos e a necessidade de revide. Deixai que vosso coração vos guie e eu vos asseguro que sereis recompensados com a elevação daqueles que outrora vos tenham agredido.

Não permitais que a dor, a revolta, o inconformismo de outrem vos afetem a alma e que a vossa paz seja abalada. Mas, se fordes agredidos, permanecei em Paz, pois essa Paz será o combustível para redenção dessas almas. Se fordes agredidos e verdes que não estais a suportar, chamai-me, chamai-me e manifestar-me-ei ali. Chamei-me e eu farei descer sobre vós o meu manto de proteção, paz e serenidade infinitas. Lembrarei-vos quem sois.
Bem-amados, eu vos deixo agora, derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos em meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, a Vossa Mãe.

Gabriel RL: Gratidão sempre, amada Mãe! 



segunda-feira, 3 de abril de 2017

A Missão dos Signos


Resultado de imagem para os doze signos e suas missões de alma

....E era manhã quando Deus parou diante de suas doze crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida humana. Uma por uma, dirigiram-se a Ele para receber sua dádiva.

^
Para você, Áries: dou Minha primeira semente, a qual você terá a honra de plantar. E, para cada semente plantada, um milhão de novas sementes se multiplicarão em suas mãos. Você não terá tempo para vê-las crescerem, pois, tudo que plantar criará mais sementes para serem plantadas. Você será o primeiro a penetrar no solo da mente dos homens com Minha Idéia. Mas não é seu trabalho alimentar a Idéia nem questioná-la. Sua vida é ação e a única ação que atribuo a você é começar a tornar os homens cientes de Minha Criação. Para que seja um bom trabalho te dou a virtude do auto-respeito”.
Em silêncio, Áries voltou a seu lugar.

_Para você, Touro: eu dou o poder de fazer da semente a substância. Seu trabalho é grande, requerendo paciência, pois você precisa terminar tudo que foi começado ou as sementes serão perdidas ao vento. Você não questionará ou mudará de idéia no meio do caminho, nem dependerá de outros para fazer o que pedi. Para isso lhe dou a dádiva da Força. Use-a com sabedoria”.
E Touro voltou a seu lugar.

`Para você, Gêmeos: dou as perguntas sem respostas para que possa trazer a todos a compreensão do que o homem vê a seu redor. Você nunca saberá por que os homens falam ou ouvem, mas em sua procura pela resposta encontrará minha dádiva do conhecimento.”
E Gêmeos voltou a seu lugar.


aPara você, Câncer: atribuo a tarefa de ensinar aos homens sobre emoção. Minha Idéia é você causar-lhes risos e lágrimas para que tudo o que vêem e pensem se desenvolva com plenitude interior. Para isto dou-lhe a dádiva da Família, para que sua plenitude possa se multiplicar”.

E Câncer voltou a seu lugar.

bPara você, Leão: dou o trabalho de mostrar Minha Criação para o mundo em todo seu esplendor. Mas você precisa tomar cuida­do com orgulho e sempre se lembrar de que é Minha Criação, não sua. Pois se você se esquecer disto, os homens irão desprezá-lo. Há muita alegria no trabalho que te dou, se ele for bem feito. Para isso você terá a dádiva da Honra”.
E Leão voltou a seu lugar.

cPara você, Virgem: peço uma análise de tudo que o homem tem feito com Minha Criação. Você examinará seus caminhos minuciosamente e os lembrará de seus erros, para que através de você Minha Criação possa ser aperfeiçoada. Para isto dou-lhe a dádiva da Pureza de Pensamento”.
E Virgem voltou a seu lugar.

dPara você, Libra: dou a missão de servir, pois o homem deve estar ciente de seu serviço para outros. E, que ele possa aprender a cooperar, bem como ter habilidade de refletir o outro lado de sUas ações. Eu colocarei você em todo lugar onde haja discórdia e pelos seus esforços lhe darei a dádiva do Amor.”
E Libra voltou a seu lugar.

ePara você, Escorpião: dou uma tarefa muito difícil. Você terá a habilidade de conhecer a mente dos homens mas não permito a você que fale sobre o que aprender. Muitas vezes você será magoado pelo que vê e em sua dor você se afastará de Mim, e se esquecerá de que não sou Eu, mas a perversão de Minha Idéia que está causando sua dor. Você terá tanto do homem, que chegará a conhecê-lo como animal, e lutará tanto com seu instinto animal dentro de si, que perderá seu caminho; mas quando você finalmente voltar a Mim, Escorpião, eu terei para você a suprema dádiva do Propósito.”
E Escorpião voltou a seu lugar.

fPara você,Sagitário: eu peço para fazer os homens rirem, pois no meio das incompreensões de Minha Idéia eles se tornam amargos. Através do riso você dará esperança ao homem e através da esperança voltará seus olhos para Mim. Você tocará muitas vidas, mesmo que só por um momento e conhecerá a impaciência em cada vida que tocar. Para você, Sagitário, eu dou a dádiva da Abundância Infinita que você deve espalhar generosidade suficiente para penetrar cada canto de escuridão e torná-lo iluminado”.
E Sagitário voltou a seu lugar.

gDe você, Capricórnio: peço o suor de seu rosto, para que possa ensinar os homens a trabalhar. Sua tarefa não é fácil, pois você sentirá o trabalho de todos os homens sobre seus ombros; mas para a superação de seus fardos ponho a responsabilidade do homem em suas mãos”.
E Capricórnio voltou a seu lugar.

h
Para você, Aquário: dou o conceito do futuro para que o homem possa ver outras possibilidades. Você terá a dor da solidão, pois Eu não lhe permito personalizar Meu Amor. Mas para abrir os olhos do homem para novas possibilidades, eu lhe dou a dádiva da Liberdade, para que em sua liberdade possa continuar a servir a humanidade onde quer que seja necessário”.
E Aquário voltou a seu lugar.

iPara você, Peixes: eu dou a tarefa mais difícil de todas. Peço-lhe para reunir todas as tristezas do homem e voltá-las para Mim. Suas lágrimas serão Minhas lágrimas. A tristeza que você incorporará e é o efeito da incompreensão do homem a Minha Idéia, mas você lhe dará compaixão para que ele possa tentar novamente. Para esta tarefa, a mais difícil de todas, dou a você a maior dádiva. Você será a única das Minhas doze crianças a Me compreender. Mas esta dádiva de compreensão é para você, Peixes, pois quando você tentar difundi-la ao homem ele não o ouvirá.”
E Peixes voltou a seu lugar.
Então Deus disse: “Cada um de vocês tem uma parte de Minha Idéia. Vocês não podem confundir nenhuma parte de Minha Idéia nem devem desejar trocá-las entre si Pois cada um de vocês é perfeito, mas vocês não saberão disto até que todos os doze sejam Um. Pois então o todo da Minha Idéia será revelada a cada um.”

E as crianças saíram, cada uma determinada a fazer seu trabalho o melhor possível, para que pudessem receber sua dádiva. Mas nenhuma compreendeu inteiramente sua tarefa ou sua dádiva e quando voltaram confusas Deus disse: “Cada uma de vocês acredita que as dádivas dos outros são melhores. Portanto, permitirei que vocês as troquem.” Naquele momento cada criança ficou exultante ao considerar todas as possibilidades de sua nova missão.

Mas Deus sorriu quando disse: “Vocês voltarão a Mim muitas vezes pedindo para serem dispensados de sua missão, e cada vez Eu concederei a vocês seus desejos. Vocês irão por incontáveis encanações antes de completarem a missão original que lhes determinei. Eu lhes dou um tempo incontável para fazê-la, mas somente quando ela estiver feita, vocês poderão estar Comigo”.

 Martin Schulman

sábado, 1 de abril de 2017

"AS ENERGIAS DE ABRIL DE 2017"

NATALIA ALBA - "AS ENERGIAS DE ABRIL DE 2017: TRANSFIGURAÇÃO E INICIAÇÃO CÓSMICA" - 30.03.2017


Meus amados,

Habitar nos reinos iluminados etéreos de Peixes durante março foi mágico e revelador, mas também intenso, visto que ainda estamos sentindo as energias dos eclipses e a profunda limpeza interna/física que continuamos a experimentar. Este novo mês de abril, principalmente regido por duas energias “retrógradas”, é um convite à interiorização, antes de ancorar os desejos de nossas almas – e criações – no físico, nos rejuvenescendo mental, física e emocionalmente. Não podemos criar nada autêntico a menos que nós mesmos sejamos puros.

Estamos agora sob o domínio do elemento fogo, e, como o nosso Sol está também muito ativo, ambas as forças estão nos ajudando a queimar tudo o que for velho, e renascer para a luz que sempre fomos e que foi reduzida, por causa das muitas ilusões de nosso eu inferior. Uma vez que alguns de nós estão profundamente imersos no processo de desfazer as membrana tridimensionais de nossos chacras inferiores, essa frequência ígnea também vai nos ajudar a fazê-lo e a nos purificar de modo que possamos continuar com o processo de integração de nossos chacras superiores/alma.

Em um nível planetário, há muitas mudanças, como vocês já podem estar sentindo, o que nos afeta neste momento, como também o coletivo, enquanto o campo magnético da Terra está enfrentando muitas mudanças, e isso, mais os raios da Lua (principalmente durante a Lua Cheia libriana, em 11 de abril) trarão todas as crenças limitadas e inconscientes – e os implantes – à superfície.

No momento, muitos dentre nós estão sob o processo de transfiguração – metamorfose interior e física de nossa personalidade 3D ou eu inferior. E podemos sentir profundas sensações físicas, tais como dores em nossos ossos e na coluna, dores de cabeça, ansiedade, queda de cabelo, entre muitas outras coisas, que   a liberação de antigas impressões e crenças produzem. Isso será também acompanhado por profundas mudanças de humor. Essa é a luz chegando de todas essas forças e alinhamentos cósmicos, nos ajudando a transformar e desfazer aquilo que não estiver mais alinhado com a vontade do nosso Eu Divino e com o papel da nossa alma. Essa Lua pode trazer desafios, mas também profundas revelações da jornada evolutiva de nossa alma.

Se vocês são estabilizadores, como é o meu papel anímico pessoal, vocês podem querer “isolar-se” e ficar em paz, enquanto esta etapa durar, visto que sabemos como é difícil manter o próprio equilíbrio, não dizendo nada nessas intensas etapas quando ajudamos a trazer o equilíbrio para o Todo. É por isso que este mês nos lembra de que tudo seja plenamente ancorado na Terra, bem como estejamos conectados aos reinos superiores, de modo que possamos continuar com o nosso equilíbrio interno, enquanto somos afetados pelas energias intensas da separação da Terra e de suas muitas mudanças nesse processo.

Podemos ficar mais propensos às emoções, durante este mês, e até mesmo deprimidos, principalmente os que estão começando a despertar, porque eles começarão o difícil trabalho interno de liberar toda essa bagagem cármica. Mas isso tudo está acontecendo para nos dar a oportunidade de reconhecer em que lugar o medo ainda continua representando o seu papel principal. O medo pode estar disfarçado sob várias formas, pode surgir em nossas vidas sob a forma de carência, de apego ou auto-sabotagem. Todavia, sempre temos a opção, como seres soberanos, de escolher a qual servir: se ao medo ou ao amor, que, afinal de contas, nós todos somos.

Temos uma oportunidade, principalmente durante a Páscoa, de remover as antigas crenças acerca do que realmente é a ascensão, e velhas impressões que estão nos impedindo de incorporar um nível de consciência mais elevado. Somente após nos transformarmos e começar a acolher nossa Essência Verdadeira e fazê-la descer para o nosso plano tangível, que passaremos da ascensão planetária para nos iniciarmos em um nível cósmico, que vem depois de nossas sete principais iniciações, e concluem a mestria de nosso eu humano inferior.

Abril é um mês que atua como uma ligação interdimensional, criando o espaço para que plantemos as sementes, que em maio finalmente florescerão, trazendo harmonia e unidade entre as nossas polaridades yin e yang, e regeneração, enquanto saímos de nossos domínios interiores e direcionamos todo o nosso fogo interno – e visões – para o nosso plano tangível. Se durante março, nos concentramos em nos manter, primeiramente, a partir de um lugar interno de clareza superior e de sabedoria, em abril, gradativamente, iremos voltar à superfície e fazer descer todos esses mundos interiores, para quando maio chegar, estarmos prontos para finalmente manifestá-los no físico.

Terminamos o mês de março, com o Sol já no signo de Áries. Passamos agora das águas piscianas para o fogo, e mais tarde sentiremos novamente o poder do elemento terra com Touro, no fim do mês. A roda da vida girou novamente e passamos da mestria e integração de toda a sabedoria recebida de nossos desafios passados, com o último signo do zodíaco, para nos iniciarmos novamente nessa jornada evolutiva anímica e infinita, com o primeiro signo do zodíaco, que nos conduz a um novo ciclo com a força e a sabedoria resgatadas das profundezas de nosso ser.

Conforme o Universo sempre confirma e nos demonstra em nossos céus, quando estamos sentindo e dando à luz em nosso micro, este mês tem uma frequência 14, que reduzida é 5. Se o número 5 sustenta a essência do fogo, que indica criatividade e ação – em nosso plano tangível, bem como em março – o número 4 nos lembra que abril, com a sua essência dominante masculina, nos faz sair do etéreo para prestar atenção ao lugar em que realmente residimos, como humanos.

Mas, como somos impulsivos, por natureza, às vezes, manifestando sem o discernimento adequado, a essência do número 14, que também governa este mês e que corresponde à carta do tarô da temperança, nos convida a que nos equilibremos, antes de acessar o desconhecido, porque, como as mulheres aladas da carta da temperança, ainda estamos no intervalo, com um pé no etéreo e o outro no mundano. Como Mercúrio também nos lembrará, pela ilusão humana de estar retrógrado, enquanto caminhamos entre os mundos, a única direção verdadeira vem de nossa bússola interna. Porque esse é o único meio que temos para conhecer o lugar para onde estamos indo e o que estamos manifestando.

Começamos este mês de abril tendo Vênus, o planeta da abundância e da beleza, retrógrado, entrando em Peixes. Vênus em Peixes e ainda mais ao lado da poderosa energia de Netuno, no mesmo signo, nos conecta ao nosso criador interno, ajuda-nos a dar à luz a nossas visões e nos expande para os desejos do nosso coração – e espiritualidade – visto que este é o momento para que possamos imergir em nossos sentidos interiores, conectando-nos com as nossas almas, e escutando a nossa orientação – e inspirações divinas – mais do que nos concentrando no mundo externo.

Vênus em “câmara lenta” vai nos conceder uma perfeita energia de cura para os nossos relacionamentos também. Será uma energia de cura, dissipando tudo o que for impuro e não autêntico em nossas sagradas reuniões, conduzindo-nos a uma síntese interna, estabelecendo uma conexão mais profunda com todos os aspectos de quem somos e amando cada um deles como exclusivos e iguais, sem qualquer julgamento, antes que possamos amá-los também em outro ser. Já que temos Quíron, o curador ferido, também em Peixes, será um importante momento para utilizar o perdão – principalmente com a Lua Cheia em Libra, no dia 11 de abril –  como a nossa principal ferramenta de cura e de integração da alma, o que é essencial, antes de acolhermos plenamente uma nova parceria. À medida que a deusa do amor revisa sua jornada, nós também o fazemos, e isso pode trazer, de nosso passado, antigos amantes e situações que pensávamos que estivessem terminado. Quando isso ocorre, é uma dádiva, porque estamos sendo informados de que existem determinados aspectos nossos ainda ativos internamente, que continua a atrair o que deve permanecer no passado.

Em 6 de abril, temos um outro Planeta, que nos lembra da importância de apenas ser, antes de darmos mais um passo para acessar o físico. Saturno, o Planeta da estrutura e da responsabilidade – outra forma da consciência na Criação – nos ensina como ser responsáveis por nossas ações/criações. Pelo contrário, do que alguns podem pensar, Saturno não nos pune por nossa falta de consciência em nossas ações passadas, mas nos faz mais conscientes do que deve ser alterado e transmutado, de modo que não possamos mais repetir os mesmos antigos padrões que não estão alinhados com quem nós realmente somos e com os desejos da nossa alma. Ao ter Saturno, Vênus e Mercúrio, bem como Plutão, mais tarde, retrógrados, nos é dada a dádiva de nos tornarmos testemunhas de toda a experiência de nossa vida – passada e presente – e de assumir plena responsabilidade por aquilo que manifestamos até este momento

NATALIA ALBA

sexta-feira, 31 de março de 2017

Roda de cura e expansão

Resultado de imagem para Escudo do leste no xamanismoRitual Xamânico de Inverno

 



Nada mais é que a roda de cura uma cerimônia xamânica sábia, ancestral e sagrada, onde nos reunimos  no intuito de compartilharem as energias, os olhares, abraços de coração a coração, elevando nossos pensamentos,  e abrindo nossos corações deixando fluir as inspirações, sempre com respeito e muito amor ao Todo...
O objetivo principal das Rodas de Cura é promover um despertar profundo de cada pessoa, para que ela se reconheça e veja a sua capacidade de se auto curar, é o seu poder pessoal ativado.

Neste Círculo Sagrado Xamânico, onde não existe nenhuma conotação religiosa, trabalhamos desbloqueios, limpeza energética, a purificação psíquica de cada um, harmonização dos corpos sutis e também compartilhamos ensinamentos xamânicos, para enriquecer e trazer soluções práticas para o dia a dia .

Circulo de cura

Permitir que o Grande Espírito, o Pai Céu, o Criador, Deus (como queira chamar), abrace suavemente cada um de nós que está presente neste círculo mágico. Conectando-nos a uma luz magnânima, promovendo através de sua energia a cura física, mental, emocional e espiritual necessária neste momento, para cada ser... de cara pintada manifestando uma nova forma de ser...fazer surgir ou trazer a tona nosso eu superior, deixando de lado os medos e receios que carregamos como fardos pesados....liberando nosso " EU SOU", Dançar a vida na roda do arco-ires de luz Diamantina.


Inicio: Dia 21/06 /2017, Ás 20h, duração: 1h 30m.
 ( Evento anual Grupal )

Trazer: Quatro cristais de sua preferência e água para energização.

O que se faz: Canções, danças, palavras inspirativas, ensinamentos que são compartilhados, silêncio da alma, tudo de positivo pode acontecer, pois a roda é uma celebração única, sagrada, plena.. tambor...meditação....viajem astral...cartas sagradas, venha fazer parte desta roda.

Resultado de imagem para Escudo do leste no xamanismo

Criação artístico realizada: Construção do escudo do Leste.

                                                                     Inscrições:
 https://iracemalf113.wixsite.com/terapiaholistica