sábado, 26 de março de 2011

Doenças tratáveis?


A “Organização Mundial de Saúde” (WHO, 2002) publicou um documento que divulgou os
resultados científicos da Acupuntura em comparação com o tratamento convencional (remédio)
para 147 doenças. Cito alguns desses achados:
Acne - Desapareceu em 59% dos casos após 10 dias de tratamento.
Álcool - Diminui a necessidade de ingerir álcool.
Ansiedade - Eficácia superior à medicação convencional (mas sem efeitos colaterais).
mesmo em 68% dos casos.
Arteriosclerose - Aumento da memória, da inteligência e da capacidade de cuidar de si
Asma - Efeito antiasmático em 93% dos casos e maior ventilação pulmonar em 68%.
Ataque súbito de surdez - Eficácia em 90% dos casos após 2 semanas.
AVC (seqüela) - Dificuldade de articular palavras. Eficácia em 90% dos casos.
Cirurgia cerebral - Cura dos sintomas pós-operatórios em 86% dos casos.
Cocaína - Diminuição dos sintomas da abstinência em 44% dos casos.
Cólica estomacal e intestinal - Alívio da dor em 98% dos casos.
Cólon irritado - Melhora significativa em 93% dos casos.
convencional no pós-operatório.
Convalescença - Efeito analgésico superior e mais rápido que a medicação
Depressão - Eficácia similar à medicação convencional (mas sem efeitos colaterais).
Desintoxicação de álcool - Redução do álcool no sangue.
Desintoxicação de tabaco - Redução da concentração de nicotina.
Dor de cabeça - Alívio imediato em 80% dos casos.
Dor lombar - Eficácia em 72% dos casos (superior à medicação convencional).
Dor menstrual - Melhora em 91% dos casos.
Dor nos olhos - Eliminação da dor em 90% dos casos.
Ejaculação precoce - Eficácia em 83% dos casos.
Enxaqueca - Eficácia em 80% dos casos.
Esquizofrenia - Eficácia superior à da medicação convencional (78% dos casos).Excesso de gordura no sangue - Diminuição em 90% dos casos.
Heroína - Diminuição dos sintomas da abstinência (anorexia, suor espontâneo e insônia)
e redução da freqüência do uso.
Hiperacidez no estômago - Eficácia em 95% dos casos.
Hipertensão - Eficácia similar à medicação convencional (mas sem efeitos colaterais).
Hipotensão - A pressão foi normalizada em 95% dos casos.
Lactação deficiente - Aumento da lactação em 92% dos casos.
Impotência sexual (não orgânica) - Eficácia em 60% dos casos.
Infecção urinária recorrente - Desobstrução do trato urinário em 85% dos casos.
Infertilidade - Eficácia em 75% dos casos.
medicação convencional.
Inflamação na próstata - Alívio dos sintomas e melhora das funções sexuais superior à
Insônia - O sono foi totalmente normalizado em 98% dos casos.
Obesidade - Supressão do apetite em 95% dos casos.
Policisto no ovário - Cura obtida em 94% dos casos.
eliminadas em 93% dos casos.
Reações à radioterapia e/ou quimioterapia - Náuseas, vômitos e falta de apetite foram
medicação convencional).
Rinite alérgica - Eficácia em 97% dos casos (superior e mais duradoura que a
Retardo mental - Aumento de 21% no QI (inteligência) e de 18% na adaptação social.
Síndrome do estresse competitivo - Eficácia em 93% dos casos.
fumar em 20% dos casos. Redução no
Tabaco – Diminuição da vontade de fumar em 13% dos casos. Redução no hábito deprazer de fumar em 70% dos casos.
Tontura - Eficácia em 75% dos casos.
TPM - Alívio completo dos sintomas, sem recorrência por 6 meses, em 92% dos casos.Úlcera - Eficácia em 97% dos casos.

♥ De Coração a Coração ♥: RELATÓRIO DA ENERGIA PARA OUTUBRO DE 2017

♥ De Coração a Coração ♥: RELATÓRIO DA ENERGIA PARA OUTUBRO DE 2017 : RELATÓRIO DA ENERGIA PARA OUTUBRO DE 2017 Por Kate Spreckley 3 de O...